R2 Formação Pedagógica

[R2 Formação Pedagógica]
  • +55 11 96275-4573
Aréa do Aluno (AVA)

Formação pedagógica o que é?

Formação pedagógica o que é? Saiba neste artigo o que todos deveriam saber sobre Formação pedagógica e como aproveitar todas as oportunidades desse mercado.

Formação pedagógica o que é?

 

Formação pedagógica: o que é?

Formação Pedagógica, é um curso que habilita um profissional para ser professor nas séries iniciais do ensino fundamental e educação infantil,

 

Neste sentido, a despeito da área ou categoria do ensino de alguma das quatro séries. No percurso do aprendizado, os alunos aprenderão métodos de ensino.

 

Para que ao fim do curso, esteja apto para ensinar outras pessoas da melhor maneira possível aplicando a metodologia adequada em sala de aula. 

 

Sendo assim, o que será aprendido pelo aluno junto a metodologia, serão psicologias e formas de ensino para que o profissional tenha êxito ao ensinar. 

 

Portanto, acompanhe a gente neste texto para você aprender tudo sobre a Formação Pedagógica.

 

Conhecendo a Formação Pedagógica e sua importância

A Formação Pedagógica, isto é, a formação de professores é muito importante para a construção de profissionais qualificados, estruturação de escolas e de cidadãos. 

 

Este curso teve o seu surgimento a partir do decreto governamental nº 8752. Foi justamente esse decreto que concedeu espaço para a formação de professores.

 

Além disso, acompanhado deste decreto, veio também a compreensão da carência que existe de profissionais com qualidade para ensinar. 

 

Contudo, este curso tem uma proposta de estruturar um aluno que deseja se tornar um docente. 

 

Sendo assim, além de todo o ensino em questões de metodologia e formas de ensino, o aluno também aprenderá sobre rotinas pedagógicas. 

 

O que permitirá ao novo profissional que possa atuar até mesmo na área de coordenação, supervisão e também em desenvolvimentos de projetos. 

 

Isso significa que após a formação o novo profissional tem diversas áreas dentro da educação para seguir carreira. 

 

Dessa forma, ter um educador muito bem qualificado, preparado e atualizado, contribui ricamente para apresentar novas soluções. 

 

Contudo, para que isso seja possível é necessário uma capacitação de qualidade. 

 

Além disso, quando um profissional se forma, ele tem a permissão de lecionar nos quatros últimos anos do ensino fundamental. 

 

A formação pedagógica para profissionais com outras graduações

Um fato muito interessante ao que tange a Formação Pedagógica é a possibilidade que ele abre de outras pessoas lecionarem. 

Sim! Ou seja, digamos que você já tem uma graduação, mas agora você decidiu que deseja ensinar outras pessoas é aqui que a formação entra.

Ela te dá um aval que concede a possibilidade de lecionar, é por isso que essa formação auxilia no desenvolvimento de habilidades de ensino.

Além disso, a Formação Pedagógica apresenta uma carga bem reduzida, o que permite que a área de atuação seja aumentada com mais qualidade e em pouco tempo.

Existem alguns profissionais que conseguem explorar mais caminhos ao participar de uma formação pedagógica.

Neste sentido, ao olhar para o mercado de trabalho é possível notar que a área de docente cresce exponencialmente.

Sendo assim, se você é uma pessoa que gosta muito de dar aulas, não perca essa oportunidade. 

 

Formação pedagógica, complementação pedagógica, segunda licenciatura, qual a diferença entre cada um deles?

É comum que ao se deparar com essas três nomenclaturas, acabe gerando uma certa confusão nas pessoas. 

Sendo assim, para te ajudar a não se sentir como uma agulha no palheiro na hora de escolher uma destas opções, iremos falar sobre cada um delas.

  • Formação Pedagógica: Está totalmente focada em reduzir o tempo que os alunos passariam estudando, para que eles possam atuar como licenciados.

Neste sentido, é permitido que faça a Formação pedagógica apenas quem já é formado no ensino superior com os títulos de: bacharel ou tecnólogo.

  • Segunda Licenciatura: O seu propósito é graduar os profissionais que já são licenciados mas que desejam atuar na área de ensino. 

Segue um exemplo para você compreender melhor: Se um professor está disposto a dar aulas de Educação Física mas é licenciado em artes. Ele faz parte do público alvo.

  • Complementação Pedagógica: Segue o caminho da anterior, a diferença é que o curso tem curta duração. Muito indicado para profissionais que já são formados. 

Agora que você já tem conhecimento do que cada um deles faz, quando se deparar com essas questões, já saberá qual escolher e como agir.

 

Quais os modelos de Formação pedagógica, que você pode encontrar

O mais interessante do curso de Formação Pedagógica, é que o curso se propõe a oferecer uma expansão de conhecimento e especialização do próprio professor. 

Desta forma, uma das áreas de formação que você pode levar em consideração são;

  • Formação Pedagógica em letras;
  • Artes visuais;
  • Formação pedagógica em pedagogia;
  • Formação em matemática;
  • Ciências;
  • Geografia História. 

Neste sentido, lembre-se, cada uma destas matérias contribui para a fundamentação da escolha e profissionais qualificados geram alunos qualificados. 

Além disso, você pode explorar da melhor maneira as ramificações oferecidas por essas áreas. 

Lembrando que você também pode escolher atuar além da sala de aula, como ser um pesquisador, por exemplo. 

Se especializar, para se destacar, apresentar novas soluções e se manter atualizado, para assim, contribuir ricamente na área docente. 

Neste sentido, outro ponto interessante está no fato de que o próprio mercado é carente de profissionais versados e com diversificação de conhecimento.

Um dos grandes benefícios do curso além da curta duração é a possibilidade de estudar a distância. 

Desta forma, a capacitação vem mais rápido em pouco tempo e o aluno finaliza indo atuar em escolar com grande conhecimento. 

 

O que o curso de Formação Pedagógica aborda?

Agora, vamos falar sobre quais os processos de ensino que são tratados no curso e que irão fazer você se tornar um docente de qualidade e eficiência;

  • Metodologia e prática de ensino de alfabetização e letramento;
  • Psicologia, teoria e dificuldades de aprendizagem;
  • Fundamentos da educação infantil;
  • Avaliação da aprendizagem;
  • Supervisão e orientação escolar;
  • Língua Brasileira de sinais;
  • Didática, gestão e políticas públicas educacionais;
  • Educação Especial e inclusiva;
  • Fundamentos da educação de jovens e adultos;
  • Fundamentos filosóficos e sociológicos da educação.

Esse curso é muito bem estruturado visando fazer com que o aluno pegue o seu diploma capacitado para lecionar em escolas. 

Cada uma dessas matérias contribui ricamente para a formação de profissionais capacitados e eficientes. 

Além das grades, o estudante deve cumprir a carga horária de 300 horas de estágio supervisionado em um ambiente escolar.

Neste sentido, ao que diz respeito a grade, é bom ter em consideração que as matérias abordadas podem variar de acordo com o tempo. 

Ou seja, alguns grandes podem precisar de uma breve atualização. 

 

Benefícios de fazer uma Formação Pedagógica 

Entrar na área da educação é um ato de ajudar a formar novos cidadãos, novas pessoas, visando uma boa sociedade para todos. 

Além disso, os benefícios são amplos e não apenas para os alunos que serão lecionados, mas também para os próprios docentes. 

Ao iniciar uma Formação Pedagógica é possível ver diversos benefícios que acompanham essa nova escolha de vida de uma pessoa.

O primeiro ponto é o poder de mudar a sociedade atual , afinal, tudo que um professor ensina tem poder de influência na vida de seus alunos. 

O que os levam a transformarem a sociedade em um lugar bem melhor! 

A possibilidade de estar sempre se atualizando, afinal é assim que não apenas o professor se torna versado e multicultural mas também que engaja os alunos. 

Mas principalmente o profissional que é docente e precisa constantemente estar se atualizando, estudando e aprendendo. 

Além disso, ela também se torna um inovador, ser versado e ter um amplo conhecimento de diversas culturas permite a inovação. 

Dessa forma, inovar na maneira de expor as aulas, de ensinar, transmitir conhecimento também é contribuir. 

Portanto, se você tem aspirado o mundo docente, a arte de ensinar outras pessoas e ajudar na formação de uma sociedade esse é o caminho.

Sendo assim, não perca mais tempo, aproveite a sua disposição, o conhecimento, para transmitir a outras pessoas. 

E assim, ajudar para a criação de um mundo melhor, com pessoas mais inteligentes, instruídas e disciplinadas é uma escolha muito assertiva de quem deseja seguir essa área. 

 

Ao finalizar o curso de Formação Pedagógica aborda, quanto recebe um pedagogo?

Se você tem se interessado pela área, esse é um ponto e um fator interessante para se abordar também. 

De acordo com as informações do Cadastro Geral de empregados e desempregados, a média salarial de um pedagogo no Brasil é de R$ 2.512,59.

A faixa salarial destes profissionais gira em torno de R$ 1.996,00 a R$ 6.233,11. Um valor muito interessante, você não acha?

 

Conclusão

A Formação Pedagógica é um meio de levar pessoas que já gostavam de lecionar a se profissionalizar, aprender os métodos necessários e contribuir para a sociedade.

Sendo assim, a possibilidade de em pouco tempo ter a permissão para lecionar em escolas com o método e maneira correta, contribui muito.

Além disso, o fato dos profissionais se tornarem aptos para darem aulas no ensino fundamental e agregarem muito com seu conhecimento diversificado é excelente. 

Portanto, qualquer pessoa que tenha uma graduação e deseje contribuir com a sociedade lecionando para pessoas mais jovens, basta iniciarem na Formação Pedagógica. 

Desta maneira, esperamos que vocês tenham entendido a importância e porque é útil passar por uma formação. 

Para fazer sua matrícula e obter a formação pedagógica, basta clicar aqui. 

Entre em Contato

Contato via Whatsapp