R2 Formação Pedagógica

[R2 Formação Pedagógica]
  • +55 11 96275-4573
Aréa do Aluno (AVA)

Segunda licenciatura em educação especial em 12 meses

Segunda licenciatura em educação especial em 12 meses: Não perca a oportunidade de conhecer essa excelente possibilidade no mercado de trabalho

Segunda licenciatura em educação especial em 12 meses

Segunda licenciatura em educação especial em 12 meses: comece agora seu novo curso

A segunda licenciatura em educação especial em 12 meses é destinada a professores que desejam atuar com alunos com necessidades especiais. 

A preferência é que os alunos estejam presentes no ensino regular, participando com outros alunos do processo educacional. 

Dessa forma, eles se sentirão parte integrante da sociedade em que estão inseridos, diminuindo assim as desigualdades. 

Os profissionais que desejam atuar na educação especial precisam se preparar para isso. 

Sendo assim, mesmo que já tenham experiência no ensino regular, é necessário fazer um curso específico. 

Quer saber mais sobre esse assunto e como se tornar um profissional adequado? 

Continue conosco e faça a leitura desse artigo até o fim.

 

Segunda licenciatura em educação especial em 12 meses: uma preparação

Um dos pontos relevantes que diz respeito à educação especial é a preparação do profissional. 

É preciso que ele esteja preparado para enfrentar os desafios e se posicionar de forma satisfatória. 

Nessa situação, é importante entender a importância do aluno.

Além disso, é necessário quebrar a aparência de um serviço de assistência ao aluno com necessidades especiais. 

A educação especial é um direito e o estado tem o dever de oferecê-la. 

Enquanto que os profissionais que desejam fazer parte devem estar preparados. 

A segunda licenciatura em educação especial em 12 meses existe para que os professores já graduados, se preparem. 

Não se trata de uma especialização, mas de uma nova formação focada na educação especial. 

Pois, ela exige que os professores e demais profissionais envolvidos dominem a metodologia adequada para cada situação. 

Uma vez que, a abrangência da educação especial é muito grande, devido à quantidade de transtornos neurológicos ou psiquiátricos. 

Cada um deles possui suas particularidades e limitam as crianças e adolescentes de alguma forma. 

Sendo assim, as técnicas abordadas, bem como os recursos utilizados para tornar o conteúdo compreensível são especiais. 

Portanto, o profissional somente terá êxito se aprender a lidar com os alunos da educação especial. 

Além disso, é preciso saber avaliar quando o aluno precisa de um acompanhamento especial. 

Pois, alguns transtornos se apresentam em maior ou menor grau. 

Sendo que alguns, possuem sintomas leves. 

Aumentando a demora no diagnóstico.

O primeiro alerta é quando o aluno encontra dificuldades para acompanhar a rotina da educação regular. 

Assim, há uma constante frustração de expectativas. 

Ademais, a incapacidade de atender as exigências normais do ensino regular é cada dia mais frequente. 

Por isso, a LDB garante o acesso à educação especial. 

 

Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - Lei nº 9.394 de 20/12/96

Conhecida pela sigla LDB, ela é responsável por regulamentar a educação no Brasil por meio de Leis. 

Ao que tange à educação especial, há destaque importante para garantia ao acesso dos alunos com necessidades à escola. 

Ao contrário do que muitas pessoas ainda acreditam, a educação especial deve acontecer no âmbito do ensino regular. 

Promovendo a integração dos alunos no contexto social e melhorando a convivência em sociedade. 

Além disso, há ainda o incentivo para a aceitação e respeito às particularidades e diferenças. 

Uma necessidade ainda nos dias atuais, em que é possível ver atitudes preconceituosas e desrespeitosas. 

A expectativa apresentada pela Lei é que todos os esforços devem ser feitos para garantir o acesso à educação para todos. 

A educação especial fora do ambiente e contexto educacional regular só deve acontecer quando todos os esforços já foram empenhados. 

Sendo todos eles frustrados. 

Os alunos deveriam ser encaminhados para a educação especial. 

Nesse caso, em instituições especializadas. 

No entanto, essas devem ser constituídas como subsistema da educação regular. 

A educação especial está inteiramente ligada à inclusão social. 

Portanto, é preciso partir de um desejo de fazer com que o aluno esteja inserido no contexto educacional. 

A despeito de sua capacidade intelectual, suas limitações neurológicas ou psiquiátricas.

O processo de ensino é composto pelo aluno e pelo professor preparado para atuar na educação especial. 

Por isso, é importante que os professores já formados façam a segunda licenciatura em educação especial em 12 meses. 

Ela é o caminho de preparação para o sucesso profissional. 

Ou seja, mesmo que ele tenha experiência em sala de aula no ensino regular, a educação especial exige preparação.

É preciso aprender a usar as ferramentas, recursos e métodos para promover o ensino.

 

Segunda licenciatura em educação especial em 12 meses: como se preparar para ser um bom profissional

Ao ler o texto até aqui foi possível perceber a necessidade da preparação do professor para atuar na educação especial. 

 

Ou seja, mesmo que ele tenha grande experiência no ensino regular, ele não está apto para atuar com alunos com necessidades especiais. 

 

Por isso, precisa investir na segunda licenciatura em educação especial em 12 meses. 

 

No entanto, para obter o sucesso profissional esperado, é preciso seguir algumas dicas que lhe daremos a seguir. 

 

  1. Escolha uma boa instituição

 

Aprender a lidar com crianças com necessidades especiais não é uma tarefa fácil. 

 

É preciso dedicação e preparação. 

 

Sendo assim, a escolha de uma boa instituição é fundamental para obter sucesso profissional. 

 

Portanto, pesquise com calma as instituições que oferecem a segunda licenciatura em educação especial em 12 meses. 

 

Busque informações sobre a situação legal de cada uma delas junto ao MEC (Ministério da Educação). 

 

Ele é o órgão regulador da educação, começando no ensino infantil e se estendendo até a educação superior.

 

Essa condição é fundamental para que você tenha garantia de receber um diploma válido. 

 

Se a instituição de ensino não for autorizada, você não poderá dar aulas para a educação especial. 

 

Pois, não haverá emissão de certificado válido de conclusão do curso.  

 

  1. Dedique-se aos estudos

Optar pela segunda licenciatura em educação especial em 12 meses não é uma decisão fácil. 

 

Especialmente para quem ocupa alguma função no ensino regular. 

 

Ou desenvolve outra atividade profissional. 

 

A disponibilidade de tempo para se dedicar a uma nova formação se torna um grande desafio. 

 

No entanto, um pouco de boa vontade e organização fará toda a diferença nesse processo.

 

Portanto, comece organizando sua rotina diária.

 

Liste todos os seus compromissos e divida o tempo para realização de cada uma das suas tarefas. 

 

Reserve um tempo para os estudos. 

 

A segunda licenciatura em educação especial em 12 meses é oferecida na modalidade à distância. 

 

Dessa forma, é muito mais fácil e prático estudar. 

 

Pois, você poderá incluir o curso na sua rotina, adaptando-o à sua realidade. 

 

O compromisso com estudos é muito importante. 

 

Afinal, você está se preparando para lidar com alunos com necessidades especiais. 

 

Aprender as metodologias adequadas para cada tipo de necessidade é fundamental. 

 

Por isso, faça o seguinte:

 

  • Participe ativamente do curso. 
  • Assista todas as aulas.
  • Entregue todos os trabalhos pontualmente. 
  • Leia todos os conteúdos indicados. Eles contribuem para intensificar o conhecimento.

 

  1. Avalie o atendimento da instituição

A modalidade de ensino a distância é cada dia mais popular.

 

No entanto, o fato de ser EAD não quer dizer que o aluno ficará sem receber o suporte necessário. 

 

Portanto, avalie o atendimento da instituição desde o momento da efetivação da matrícula. 

 

Converse com algum representante da equipe pedagógica. 

 

Busque informações sobre o suporte oferecido aos alunos durante as aulas e na devolutiva de atividades e provas. 

 

Além disso, avalie também o suporte de TI. 

 

Muitos alunos encontram dificuldades para acessar as plataformas de ensino. 

 

Especialmente no início do curso. 

 

Ou ainda, quem nunca estudou na modalidade a distância. 

 

Portanto, para melhor aproveitamento do tempo e dos estudos, é importante que os alunos tenham acompanhamento de profissionais especializados.

 

  1. Separe um tempo para cuidar de você

 

Durante o período de formação, é comum os alunos se envolverem em tantas atividades e não terem tempo para cuidar de si. 

 

No entanto, é importante não negligenciar essa parte de sua vida. 

 

O descanso, assim como a prática de atividade física e o cultivo de uma alimentação saudável são essenciais para a saúde. 

 

Ter momentos de lazer ajudam a manter a mente saudável e o corpo relaxado. 

 

Assim, as energias são renovadas e a mente preparada para enfrentar a rotina de trabalho e estudos. 

 

Para conseguir uma vida equilibrada é preciso se organizar. 

Dessa forma, você terá tempo para dedicar aos estudos, trabalhar e ainda descansar e realizar outras tarefas importantes. 

 

Conclusão

Optar pela segunda licenciatura em educação especial em 12 meses é aumentar suas possibilidades de atuação.

 

Sendo assim, é preciso escolher de forma cautelosa a instituição de ensino em que o curso será feito. 

 

A R2 Formação Pedagógica atua no segmento educacional há quase 8 anos. 

 

Ao longo de sua história contribuiu para a formação de dezenas de professores no Brasil. 

 

Por isso, recebeu excelente nota do MEC, afirmando seu compromisso com a educação. 

 

Além disso, ela oferece atendimento de qualidade desde o momento da matrícula até a conclusão. 

 

Participando ativamente do processo de ensino-aprendizagem. 

 

Por isso, os alunos têm total garantia de fazer um curso de qualidade. 

 

Se você está pensando em fazer a segunda licenciatura em educação especial em 12 meses, procure a R2 Formação Pedagógica

 

Teremos prazer em atender você.

ENTRE EM CONTATO

 

Contato via Whatsapp